8.6.15

Frugalidade não é vergonha

- Dividir uma folha de papel absorvente ou guardanapo ao meio dá para impar duas bocas

- As embalagens de plástico onde vêm por exemplo os cereais são óptimas para levar a merenda,
e assim poupasse no papel de alumínio ou similar

-  Os pensos higiénicos mais baratuxos são óptimos para os últimos dias da menstruação

- Almoçar brócolos com batata doce é tão comida como outra coisa qualquer

- A utilização de um par lavado de meias todos os dias é coisa para ser excesso de zelo em pés com tendência para o bom cheiro

- As toalhas de plástico estão para o século XXI como a máquina de lavar está para o século XX

- beber do mesmo copo que o respectivo conjugue permite poupar água...

- controlar os impulsos e só comprar nos saldos é método para constituir fortunas

- comprar em segunda mão é sinal de inteligência

- investir num salazar (espátula de rapar tachos) às vezes garante mais um prato de sopa inteiro ou mais uma fatia de bolo

- usar o forno para aquecer uma covete individual de empadão como recomendava na embalagem do supermercado é o mesmo que mandar uma moeda grandita pela sanita

- ter uma caneca de vidro no trabalho não dá milhões, mas evita uns milhões de copos de plástico de andarem para ai a conspurcar isto tudo

- existe papa que se faz com água

- comprar prendas com dois meses de antecedência é oferecermos uma prenda de calma a nós próprios, principalmente se forem de natal e se não tivermos muito dinheiro para gastar

- refeições sem carne e sem peixe também são almoços e jantares