4.12.14

Constatações? ou um post sem conteúdo

Pois é, venho escrever sobre me apetecer faze-lo, isto é, justamente escrever, quando não dá e não ter nenhum tema latente quando tempo já há.

Pois é vou no metro e ah! que grande epopeia se formulou de meandros nublados no meu espírito ensonado. Apanho o autocarro e o meu desejo é de escrever até à exaustão num insurgimento deseducado sobre a falta de educação.

De seguida apetece-me escrever no registo de bater no ceguinho até este voltar a ver.

Mais tarde o que queria mesmo era desabafar, chorar por um teclado, sei lá, mas a vida é mais do que chorar pelo leito derramado.

Enfim é hora do almoço e estou um bocado entediada, pensei em ir escrever mas vai-se a ver a não saiu nada.

Até logo, ou até amanhã.

Já sei vou escrever sobre o Natal! Vou voltar a dizer parvoíces, não me levem a mal! (isto foi claramente só para rimar, perceberam não foi? Eu NUNCA digo parvoíces! Digo coisas tontas por linhas direitas.