24.10.14

Gatos pretos e a estupidez das superstições

Este texto pode ferir a susceptibilidade dos supersticiosos, mas vamos lá ver uma coisa, as superstições estão associadas a histórias, mitos, lendas, preconceitos, modas, associações sem sentido, irracionalidade, mas não em factos, isto é um facto e contra factos não há argumentos ok?

Eu sou uma jovem de 25 anos tenho um gato preto, no outro dia parti o espelho da casa de banho, já passei debaixo de várias escadas mas com jeitinho para elas não me cairem em cima. Ponho a mala no chão desde que tenho mala, não uso cuecas azuis na passagem de ano a menos que calhe e tenho o buda virado para a porta, já abri o chapéu dentro de casa.

Tenho uma vida normal, não dou um trambolhão de cada vez que vejo o gato, o espelho foi uma chatice que tive de comprar outro mas tive sorte que não me cortei, as malas às vezes ficam um bocado encardidas, até agora passei sempre de ano com ou sem cuecas, aquilo do Buda é mentira não tenho nenhum.

O meu gato demorou anos a ser adoptado, era um dos gatos mais meigos, atenciosos, cativantes, mas era preto. Primeiro foram os branquinhos, os bejes, os às pintinhas, os amarelinhos, os cinza claros e o preto lá ficava em cima da manta ao pé da janela, uns dias triste, uns dias cansado de esperar, porquê? porque a beleza está nos olhos de quem vê, e os olhos de quem vê são muitas vezes frios, superficiais, básicos.

Nunca achei um gato ou um cão feios, acho-o quase um sacrilégio tão grande quanto achar um bebé feio e muito pior que isso dize-lo em alto e bom som.

Os homens não se medem aos palmos e as pessoas são de coração por dentro embora de facto nem todas mereçam a nossa compaixão provavelmente, mas num bebé ou num cão não existe mácula por isso lavai a boca com lexivia de cada vez que pensardes em dizer que um bebé é feio, porque bebés feios só existem em almas sujas.

Eh pá que ela hoje está agressiva! TPM...o tpm é fodido...