28.10.15

Vida de 3 gatos

Cá em casa somos 3 gatos, aliás na verdade somos 5 que os nossos mais que tudo também não são nada de se deitar fora, pelo menos parecem acreditar nisso.

Somos 3 gatos e fazemos cocó por exactamente 3, sim, valentes cocós às cores que desaparecem de tempos a tempos. Às vezes demoram-se pela areia dias que parecem meses, mas os humanos são mesmo assim, imperfeitos. Pêlo também o temos a triplicar, deixamos-lo pelas cadeiras, pelo chão, pelo sofá e pelas camas. De vez em quando lá o limpam e nós sujamos outra vez, tudo. Somos tal e qual pessoas, imperfeitos.

É certo que nunca limpamos nada, por outro lado espalhamos pela casa, ternura, aconchego e quiçá por onde passemos, deixamos vestígios ostensivos de charme. Fazemos de casas lares e de camas ninhos. Ronronamos e pedimos atenção tal e qual como um cão, embora tenham a mania de dizer que não.

Somos 3 gatos e viemos da rua, vivemos lá por mais ou menos tempo, mas fomo-nos safando. Se gostávamos mais ou menos de viver à luz das estrelas e ao frio da madrugada? É simplesmente diferente. Mas ter comida, cama e roupa lavada é um sossego.

Somos 3 gatos, brincamos às vezes com coisas com que não devíamos, mas raramente estragamos alguma coisa, é certo que os sofás ou estão atravancados em mantas ou acabam arranhados, mas de resto somos pela paz.

Compram-nos sempre a comida em promoção que a vida está cara e o ordenado barato, só comemos comida húmida quando o rei, neste caso a rainha, faz anos, mais ou menos 3 vezes por semana, uma saqueta ou latinha para dois, (que há uma que não gosta), em jeito de sobremesa.

De resto de manhã pedimos festas e eles dão, assim como água e comida, depois saem, depois voltam, e nós passamos o dia a dormir, a comer, a brincar, a olhar e somos a prova de que animais em casa não é um bicho de sete cabeças, no nosso caso somos apenas 3 bichos em 5 cabeças.